segunda-feira, 6 de junho de 2016

Dias sem nada de jeito para escrever no blogue

Hoje foi dia de exames! A palavra exames é um aparato para o que foram apenas provas de aferição sem valor na nota.

Mas os pequenos ficam sempre nervosos, eu acho que lhes faz bem, cria resistência à adrenalina que outros exames mais importantes irão causar pela vida fora, por outro lado faz pena vê-los tão pequenos e tão frágeis perante tamanha e dolorosa tarefa. Cá de casa foram dois, o mais novo e o mais velho. O mais novo, muito inseguro, mas ainda sem a noção da responsabilidade do que será fazer um exame. O mais velho, já com a experiência dos exames do ano passado, que lhe correram muito bem, com boas notas, vai seguro e só um bocadinho nervoso. Já falamos depois da prova e à pergunta - como correu? - a reposta foi "per-fei-to!" O mais novo, ainda pequenote, vai na boa, sem nervos nem preocupações ou responsabilidades.

Eu, continuo a tentar descobrir o meu Plano B, para já dediquei o dia a actualizar o curriculum, mas sem ter mais nada para lhe acrescentar, acabei por simplifica-lo e tirar algumas competências para o tornar mais generalista em vez de muito vocacionado para uma área. Não é tarefa fácil, conseguir um emprego depois de alguns anos em casa, mas tarefa ainda mais difícil é ficar em casa sem reagir ao que nos aconteceu.

Há dias de medo e há dias de optimismo ... hoje é um misto desses dois, valha-nos o optimismo do marido!!