quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Recomecei as caminhadas

É muito fácil deixar a preguiça instalar-se, quando o conforto do sofá está a dois passos e a obrigação de sair de casa, simplesmente não existe. Passamos a estar dependentes  da nossa força de vontade para nos mexer.

De manhã é o pai quem os leva à escola,  vão sempre a pé, ou de bicicleta na melhor das hipóteses. Os pedidos para irem de carro - vá lá, só hoje ... - que funcionavam muito bem com a mãe, com o pai não surtem o menor efeito. Faz frio de manhã,  as escolas não são propriamente  perto de casa e aperta um bocadinho o coração vê-los sair com aquela carinha de que não apetece mesmo nada ir a pé. Mas vão! O mais velho, que estava a ficar gordinho, emagreceu significativamente e voltou a vestir as roupas que já tinham deixado de servir, mas por pouco tempo porque os braços e as pernas crescem muito. O pai, também sente diferenças e se no início era difícil o percurso, agora já não sente qualquer dificuldade. Faltava a mãe, que se acomodava à pouca vontade de sair de casa. Quantas menos vezes se saí, menos apetece sair.

Hoje retomei as caminhadas.
Logo pela manhã, logo a seguir ao pequeno-almoço !
Uma hora, sempre a andar bem, o mais depressa que consigo.
Primeiro o frio, depois o sol quente, depois a troca de duas palavras com uma amiga que encontrei por acaso. Soube bem!
Amanhã, quero mais!


7 comentários:

  1. Também estou desempregada e sinto o mesmo, cada vez saio menos de casa. boas caminhadas
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana, sair de casa e não nos isolarmos é importantíssimo para evitar as depressões que o desemprego atrai!
      beijinhos

      Eliminar
  2. Devia fazer caminhadas para perder peso.
    Mas não tenho pachorra para isso.
    Tenho que fazer exercício!
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  3. Já não conseguiria viver sem correr, a pesar de andar muito preguiçosa também...
    Força! Assim é que é.
    beijinho, eugénia

    ResponderEliminar
  4. Por acaso tambem me fazia bem, recomeçar a caminhar diariamente...

    ResponderEliminar
  5. Por acaso tambem me fazia bem, recomeçar a caminhar diariamente...

    ResponderEliminar